Nota à Imprensa

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, considera positiva a decisão desta terça-feira (13/3) do Plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), relacionada às operações no Aeroporto da Pampulha.

A concessionária entende que o teor da decisão está em linha com os argumentos defendidos pela BH Airport, de que as "escolhas públicas devem ser baseadas em elementos técnicos subsistentes".

Desde a publicação da portaria que autorizava a retomada dos voos no Aeroporto da Pampulha, a BH Airport vem argumentando que a manutenção da medida provocaria competição predatória entre dois aeroportos localizados na mesma região metropolitana, perda da conectividade aérea, perda de arrecadação de impostos para o Estado e Municípios,redução das opções de destinos ou eliminação dos voos internacionais partindo do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

A BH Airport reafirma seu compromisso de tornar o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte instrumento para o desenvolvimento de Minas Gerais e com a adoção de regras rígidas de governança corporativa e transparência.