BH Airport inicia as obras do Terminal 2 do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte

Belo Horizonte, outubro de 2015 - A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, iniciou na última quinta-feira (08/10) as obras de implantação do Terminal 2, dois dias após a publicação da Licença de Instalação, no Diário Oficial do Estado. A concessionária obteve no dia 29 de setembro a Licença de Instalação (LI) do Conselho de Política Ambiental de Minas Gerais (Copam).

O principal projeto de curto prazo da concessionária irá duplicar a atual capacidade do aeroporto para 22 milhões de passageiros/ano, suficiente para suportar o incremento de demanda até 2023. A obra será concluída em 2016. Os investimentos previstos são de R$ 750 milhões. A estimativa é que sejam gerados 1 mil empregos diretos no pico da obra.

Paralelamente às obras do Terminal 2, a BH Airport iniciou as obras de reconfiguração das salas de embarque do Terminal 1 (existente), antes utilizadas pelas operações internacionais que foram transferidas para o Terminal 3. A concessionária pretende entregar as salas de embarque remoto do Terminal 1 para o período de férias.

Durante a última semana, a Racional Engenharia, empresa contratada pela BH Airport para conduzir as obras, iniciou a implantação do canteiro com a instalação de equipamentos e retirada de obstáculos e interferências, para iniciar as fundações.

O Terminal 2 utilizará estrutura metálica em aço, revestimento interno e externo com isolamento termo-acústico e uma grande área de pele de vidro com performance termo-acústica. O projeto prevê também a interligação do novo Terminal 2 ao Terminal existente (Terminal 1).

O novo Terminal terá 17 novas pontes de embarque, o que irá ampliar o número total de pontes no Aeroporto para 26. Para maior conforto no deslocamento de passageiros e usuários, serão instaladas seis esteiras rolantes, nove escadas rolantes, além de 18 elevadores.

O acesso ao Terminal será construído em dois níveis, para facilitar o embarque e o desembarque de passageiros. Além do Terminal 2, a concessionária BH Airport irá ampliar o pátio de aeronaves em cerca 29 mil metros quadrados e readequar os acessos para um mix de aeronaves mais atual.

Principais Características do Terminal 2

  • 52 mil metros quadrados de área construída; 
  • 17 pontes de embarque, sendo três exclusivas para operações internacionais;
  • 6 esteiras rolantes para passageiros;
  • 9 escadas rolantes;
  • 18 elevadores;
  • 1,8 mil vagas de estacionamento adicionais;
  • Capacidade ampliada para 22 milhões de passageiros/ano.

Execução e gerenciamento das obras

A Racional Engenharia foi a empresa contratada para a execução das obras do novo Terminal. Com 43 anos de atuação no setor de Construção Civil e mais de 600 obras realizadas no território nacional, a Racional foi a construtora responsável pela a ampliação do BH Shopping (MG) e a construção do prédio sede da Localiza (MG). 

Já o gerenciamento das obras será realizado pelo consórcio ControlTec/Figueiredo Ferraz. As empresas que compõem o consórcio possuem histórico de gerenciamento de obras e projetos no segmento aeroportuário e similares.

A fabricação e montagem da estrutura metálica ficará a cargo da empresa Codeme, que possui mais de 2 mil obras edificadas em todo o Brasil e no exterior, nos segmentos de Edifícios de Andares Múltiplos, Prédios Industriais, Galpões Comerciais e Industriais e Pontes.
 
Todas as empresas foram contratadas por meio de concorrência privada, em que prevaleceu a melhor proposta, apoiada nos pilares de prazo, preço e qualidade.

Sobre a BH Airport

A BH Airport é a concessionária responsável pela operação do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. A BH Airport é uma SPE (Sociedade de Propósito Específico) composta pelo Grupo CCR - uma das maiores empresas de infraestrutura da América Latina - e por Zurich Airport, com 51% de participação; além da Infraero, que detém 49% da concessionária. Desde o dia 12 de janeiro de 2015, a BH Airport tem a responsabilidade integral pela operação e gestão da infraestrutura aeroportuária. O contrato de concessão terá vigência de 30 anos, até 2044.