AEROPORTO INTERNACIONAL DE BELO HORIZONTE INICIA OPERAÇÃO DO TERMINAL 3

Novas instalações são exclusivas para voos internacionais e ampliam capacidade para 14 milhões de passageiros

Belo Horizonte, setembro de 2015 - Começaram nesta quarta-feira (16/9) as operações do Terminal 3, que irá receber transitoriamente os embarques e desembarques internacionais. Nos dois primeiros dias de funcionamento do terminal foram realizadas 14 operações de embarque e desembarque sem nenhum registro de atraso nos pousos e decolagens. Apenas na quarta-feira, a movimentação de passageiros atingiu aproximadamente 1,2 mil passageiros.

A estratégia adotada pela BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, foi transferir as operações internacionais para o Terminal 3, até a conclusão das obras do Terminal 2, que é o principal projeto de curto prazo da concessionária. A previsão é que o Terminal 2 seja concluído até o final de 2016.

O Terminal 3 tem capacidade para receber com conforto e segurança até 4,3 milhões de passageiros/ano. Juntamente com o Terminal 1 (já existente), o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte passa a ter capacidade para receber mais de 14 milhões de passageiros/ano.

Dessa forma, o Terminal 3 também oferece infraestrutura adequada para que o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte possa receber mais voos e mais passageiros, conforme avalia o diretor-presidente da BH Airport.

"O aumento da capacidade do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, com o início da operação do Terminal 3, abre a possibilidade de recebermos mais passageiros e voos. A concessionária já trabalha, juntamente com as companhias aéreas, para desenvolver novas rotas internacionais para a capital mineira, o que contribui diretamente para o desenvolvimento do Estado", afirmou.

Durante todo o dia, vinte recepcionistas estiveram à disposição, no saguão do Terminal 1 para esclarecer todas as dúvidas dos passageiros que tinham voos programados para o Terminal 3.

 Encontros e Despedidas

Para marcar o início das operações, a área próxima ao desembarque do Terminal 3 recebeu um grande painel do artista plástico mineiro Rogério Fernandes, inspirado na música "Encontros e Despedidas", de Milton Nascimento e Fernando Brant.

"A canção, que fala de encontros e despedidas, permitiu traçar um paralelo entre a necessidade e o desejo de viajar e a vontade de retornar, matar a saudade das pessoas que ficaram. Tudo isso pode ser percebido no abraço dos dois casais presentes na obra. Além disso, busquei na simbologia de pássaros, associado a liberdade de ir e vir, dar vazão ao sonho dos homens em poderem voar, abraçar o céu. Isso é o que a aviação proporciona, a concretização de um querer que vai além das nossas possibilidades", explicou Rogério Fernandes.

Os primeiros passageiros que embarcaram e desembarcaram nessa quarta-feira no Terminal 3 foram recebidos por uma orquestra de flautas Flutuar, pertencente ao Instituto Cultural Flávio Gutierrez, além de receberem brindes de boas vindas oferecidos pela BH Airport: um porta-passaporte ou um tag de identificação de bagagens com uma ilustração de Rogério Fernandes.

As instalações do Terminal 3 deixaram uma boa impressão no advogado José Vicente dos Santos, que embarcou para Lisboa na tarde dessa quarta. "Achei o terminal muito bom comparado ao espaço do outro [Terminal 1]. Belo Horizonte merece essa melhora", disse.

A estudante portuguesa Áquila Lopes Siman Fonseca, que também embarcou para Lisboa disse ter achado o Terminal 3 confortável e funcional.

"Várias equipes da BH Airport estiveram envolvidas nessa mudança para o Terminal 3. Foi uma preparação de mais de três meses para mudança de ambiente e correu tudo bem. Só temos a melhorar a cada dia", disse a gerente de aeroporto da TAP, Rose Freitas.